quinta-feira, 24 de maio de 2012

Quando for grande quero ser... outra coisa qualquer

Hoje precisava de mudar de profissão.
Estou exausta pela responsabilidade, pelo peso do erro de falhar, pelas voltas e voltas da minha consciência.
Hoje precisava de chorar, só um bocadinho.
Mas não me deixam.
E pior, ninguém me entende.

2 comentários:

  1. Sai mais cedo e anda cá chorar que eu faço-te festinhas!

    ResponderEliminar
  2. Meu Deus!
    como eu te entendo!
    Hoje vim para casa de rastos!

    ResponderEliminar